Dicas para a primeira declaração do Imposto de Renda

Se você vai declarar o Imposto de Renda pela primeira vez em 2022, não deixe para a última hora. Como o prazo para o envio da prestação de contas ainda não foi informado em definitivo pela Receita Federal, você pode aproveitar este período para organizar a documentação necessária.

Declarar o Imposto de Renda é um processo que exige atenção, principalmente se você ainda não conhece o sistema. Após preencher os dados, é importante revisar as informações fornecidas à Receita Federal para reduzir a possibilidade de eventuais erros e, até mesmo, de cair na malha fina. Pensando nisso, a equipe IRTrade traz dicas importantes para você!

Quem deve declarar

A prestação de contas é obrigatória, no qual destacamos para quem recebeu mais de R$28.559,70 em rendimentos tributáveis ou acima de R$40 mil em rendimentos isentos, e rendimentos sujeitos a tributação exclusiva.

O que você vai precisar

Tenha em mãos, basicamente, os seus documentos pessoais, as informações das empresas em que você trabalhou em 2021, os dados sobre os bens que você possui, comprovantes bancários e de instituições financeiras. A lista conta com:

  • RG, CPF e título de eleitor;
  • Informe de rendimentos das fontes pagadoras;
  • Informe com rendimentos em bancos/corretoras;
  • Recibos com despesas médicas e educacionais;
  • Comprovantes de despesa do livro caixa;
  • Documentos de informações de outras rendas recebidas (como heranças, doações ou indenizações);
  • Informe com rendimentos de cônjuge e dependentes;
  • Documentos de pensão alimentícia;
  • Comprovante de pagamentos à previdência social ou privada;
  • Recibos de aluguéis;
  • Documentos de compra e venda de bens, documentos de compra e vendas de ações.

É importante ressaltar que nenhum documento deverá ser anexado à prestação de contas. No entanto, no caso de inconformidades, o contribuinte pode ser chamado pela Receita Federal para comprovar as informações fornecidas na declaração. Por isso, além da atenção no momento do preenchimento, é importante guardar toda a documentação após a prestação de contas.

Como preencher

O Programa Gerador de Declaração deve ser disponibilizado pela Receita Federal ainda neste mês e pode ser baixado no site do próprio órgão. Assim que ele estiver disponível, é importante que o contribuinte faça o download com antecedência, mas fique atento às possibilidades de atualização do sistema. Elas acontecem já nos primeiros dias após a liberação. O próprio programa já aponta quais são os dados obrigatórios. Além disso:

  • A primeira aba é destinada ao preenchimento de dados pessoais;
  • Escolha o tipo de declaração "ajuste anual";
  • Os gastos com saúde e educação, que podem ser deduzidos, devem ser lançados na aba pagamentos efetuados.

Modelos de declaração

Ao concluir o preenchimento das informações, o próprio sistema indica ao contribuinte qual é a opção mais vantajosa de declaração - avaliando aquela que oferece o maior valor de restituição ou o menor valor de tributo a ser pago.

A declaração simplificada considera apenas os rendimentos recebidos em 2021, com a aplicação de um desconto padrão de 20% sobre a renda tributável, limitado ao teto de 16.754,34. Já a declaração completa leva em conta todos os gastos que podem ser abatidos do Imposto de Renda.

Dicas

Para facilitar a organização dos documentos necessários à declaração do Imposto de Renda, a equipe da IRTrade fez um checklist para que você não esqueça nada! Se precisar de ajuda profissional, entre em contato com o nosso assistente virtual, o Pacioli, no WhatsApp (43) 98815-4800, e conheça os nossos serviços. 

compartilhar

Cadastro concluído com sucesso!

Aguarde: em breve um de nossos especialistas entrará em contato.

Voltar para home

Por gentileza verifique os campos
destacados em vermelho

Tentar novamente